Últimos assuntos
» You're not prepared
Qua Jan 04, 2012 2:13 am por shin

» De onde veio o seu nick?
Seg Dez 05, 2011 7:19 pm por Haruno Sakura

» Parabéns Ayaka!!!
Sab Nov 05, 2011 2:59 pm por SagaX

» Criei um pra mim tbm -Q
Dom Out 30, 2011 1:23 am por Hamikyo

» Joguinho novo! Vemk gente!
Sab Out 29, 2011 4:11 pm por Mimy-chan

» AEW!! O ENEM JA PASSOU
Ter Out 25, 2011 9:14 pm por Hamikyo

» O Oráculo do Kyohey!!
Dom Out 16, 2011 2:33 pm por Kyohey

» Esse cachorro desnaturado .. u.ú
Dom Out 16, 2011 1:41 pm por Kyohey

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Parceiros
































Link-nos


Status

["Original"] Grande Merda

Ir em baixo

["Original"] Grande Merda

Mensagem por SagaX em Ter Maio 24, 2011 8:16 pm

Eu, sinceramente, achei esse o pior que eu fiz, mas tanta gente gostou que eu resolvi deixar do jeito que tá e postá-lo do mesmo jeito. Antes que venham com aqueles velhos comentários falando que o personagem sou eu, saibam que esse personagem tá longe de ser eu '---' well... só isso... Ah, e se chama "Grande Merda" porque eu achei uma grande merda. Não deixem de comentar.

ps: Isso foi copiado e colado de um blog meu que está meio abandonado, já que tinha um tempo que eu não criava mais nenhum conto. Enfim, se estiverem interessados em lerem mais, me peçam o link que passo para vocês. Ou então eu até posto aqui depois algum antigo ou o novo que estou produzindo.

ps2: Como eu acho que essa história é meio comum hoje em dia, não sei se posso dizer se é ORIGINAL, mas eu garanto que fui eu que escrevi essa coisa aí.

----------------------------------------------------------------------------------

Espaço em branco Sua caneta não te obedecia mais, estava há horas pensando em como escrever aquilo, mas não conseguia. O máximo que conseguia eram alguns rabiscos, mas saía coisas tão desprezíveis que simplesmente jogava fora sem nem reler, chegava a ser vergonhoso. Largou o caderno de lado um pouco e tragou seu cigarro, se alguém passasse pelo corredor agora e sentisse o cheiro, ele estaria perdido. Entretanto, a culpa dele estar naquele estado não era dele, se ele fumava, usava algumas drogas leves e vivia bebendo não era dele, aguentava aquela pressão toda havia seis meses, e piorou quando perdeu sua criatividade, mais ou menos dois meses antes desse dia. A culpa era inteiramente de sua família.

Espaço em branco Aquela casa havia se tornado insuportável, sua mãe vivia exigindo responsabilidade, seu pai era ausente, não fazia nada e não dizia nada, seu irmão mais velho não fazia nada e era o orgulho da mãe, por ter cursado em uma faculdade boa, sua irmã mais nova era mimada e queria que fizesse tudo para ela, e quando não fazia, seus pais brigavam. Ele estava começando a entrar no mundo adulto e tudo aquilo acontecendo a sua volta não era bom. Seus pais discutindo sempre, sobrando para ele lidar com a raiva, já que seus irmãos não se importavam. O clima daquela casa não era mais suportável para ele, tinha atingido o limite, foi aí que recorreu ao cigarro e à bebida. Ele já estava tão acostumado a ninguém se importar de verdade com o que ele sente, que nem se surpreendeu quando ninguém notou o quanto ele tinha mudado.

Espaço em branco No momento, estava sozinho em casa, por isso fumava um tanto despreocupado. Sua família tinha ido ao cinema, como ninguém se preocupou em chamá-lo, ele permaneceu em seu quarto. Porém, ele não se importava disso acontecer, era bom para ele, já que tinha um pouco de sossego e podia roubar o dinheiro dos pais sem correr o risco de ser pego. Olhou mais uma vez para o seu violão dentro da capa, o único presente que sua família lhe dera que realmente gostou e que não era camisa, ainda lembrava-se da felicidade que sentiu ao receber. Tragou mais uma vez, soprando a fumaça para cima e olhando ela se dissipar, pegou seu caderno novamente e olhou para a página, não conseguia pensar em nada para escrever.

- Quer saber? Foda-se essa merda – Rabiscou três palavras numa folha, arrancou e prendeu uma fita adesiva no fundo – Se duvidar, eles nem vão ler mesmo... – Dizia para si mesmo.

Espaço em branco Abriu uma gaveta, pegou uma parte do dinheiro que havia roubado e não tinha usado, colocou dentro da capa do violão, pegou seu maço de cigarros da sua marca favorita e seu isqueiro Zippo totalmente vermelho com uma suástica preta e jogou no bolso da frente da capa. Em outra gaveta, pegou suas palhetas do Sex Pistols e guardou no bolso, colocou uma corrente com um cadeado que sua última namorada havia lhe dado e, por fim, usando o spray de graffiti que seu amigo emprestou, pichou em sua parede “Lembraram de mim?”.

Espaço em branco Colocou a capa do violão nas costas, saiu pelo quarto, trancando a porta atrás de si, desceu as escadas, entrou na cozinha e encarou a geladeira. Na porta havia uma foto transformada em ímã com a família há alguns anos atrás. Pegou o bilhete que escreveu e pendurou abaixo da foto, sentiu orgulho da sua imensa criatividade, nunca pensou que um simples “ODEIO TODOS VOCÊS” seria tão belo. Abriu a porta da cozinha e saiu andando pela rua deserta, por sorte havia trazido seu casaco, porque ainda nevava um pouco. Olhou para o céu e sorriu, finalmente estava livre.
avatar
SagaX
Succubus
Succubus

Masculino Mensagens : 431
Data de inscrição : 09/05/2011
Idade : 25
Localização : The Land Of Metal

Ver perfil do usuário http://ogremlingordo.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ["Original"] Grande Merda

Mensagem por Kallen em Sab Maio 28, 2011 12:55 pm

achei que ficou bem interessante sua fic, você escreve bem \o
quando li o comecinho lembrei daquele filme Sem Limites, mas a história tomou um rumo diferente e ficou bem legal, mesmo com o clima triste. Que bom que você não é o personagem, seria meio triste, né? HUAHUAHUASUH XD Parabéns, continue escrevendo \o
avatar
Kallen
Vampire
Vampire

Feminino Mensagens : 335
Data de inscrição : 08/05/2011
Idade : 24
Localização : O Armário sob a escada; brincando de joquempô com a Yukino e mordendo o Katsuo; Rua dos Alfeneiros - Nº 4

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ["Original"] Grande Merda

Mensagem por mikaero em Qua Jun 08, 2011 9:41 pm

Gostei e não gostei, saga.
Com você eu sei que posso meter o pau que tu fica de bobs, então vai.
Eu na verdade nem vou criticar muito, mas dar uma revisada no texto seria bom, acho que você melhorou a sua escrita e pode deixar o conto ainda mais interessante. O seu melhor feito neste conto é deixar o narrador em terceira pessoas tão próximo do Individuo que parecer ser ele narrando as vezes.

É simples, mas eu sei que não é dos seus melhores, mesmo assim eu gostei. Tem uma carga pessoal muito grande, e isso atribui muito valor à sua obra! Não é o seu pior também, lembro-me de um conto feliz que você tentou escrever que não ficou muito bom...eu acho...
avatar
mikaero
Vampire
Vampire

Masculino Mensagens : 308
Data de inscrição : 09/05/2011
Idade : 26
Localização : Inferno

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ["Original"] Grande Merda

Mensagem por SagaX em Qua Jun 08, 2011 10:55 pm

Pois é... esse conto é meio velho e minha escrita deve ter melhorado mesmo... Mas eu não quero revisar e melhorar porque se eu for fazer isso, eu sinto que vai dar merda... Entenda que eu estou produzindo mais do que antes, tô escrevendo muito mais... Sendo que eu não tenho a mesma confiança que tinha, e não publico nada... Nem tenho coragem de terminar os contos que escrevo...

Se eu for "reescrever", eu vou querer mudar algumas pequenas coisas, mas não vou me sentir confortável com a mudança e vou abandonar... Prefiro deixar como está... Antes que eu tente alterar e não consiga fazer nada.
avatar
SagaX
Succubus
Succubus

Masculino Mensagens : 431
Data de inscrição : 09/05/2011
Idade : 25
Localização : The Land Of Metal

Ver perfil do usuário http://ogremlingordo.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ["Original"] Grande Merda

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum